RETORNAR ÀS NOTÍCIAS - Direita volta a ultrapassar PS. Bloco descola do Chega


04-05-2021 12:11h Vários

 

De acordo com a TSFJornal de Notícias e Diário de Notícias, este mês, o PS perdeu ponto e meio (38,2%), num mês marcado pelo braço de ferro sobre os apoios sociais e pela decisão instrutória da operação Marquês.

Já o PSD subiu 2,5 pontos percentuais e reduziu para 12 a distância que o separa do PS – uma diminuição face aos 16 pontos do mês passado. Os social-democratas recolhem 26,1% de intenções de voto.

O Bloco de Esquerda surge em terceiro lugar nas intenções de voto, descolando do Chega (9,2%), que caiu um ponto percentual para 7,2%.

Em quinto lugar surge a CDU tem 5,7%, seguida pela Iniciativa Liberal que regista 4,9%.

O PAN volta a cair e tem agora 2,7%. Abaixo da linha de água, surge o Livre com 0,8% e o CDS com 0,4%.

Já na avaliação do desempenho dos líderes partidários, António Costa é o único que se mantém em terreno favorável, com 54% de avaliações positivas contra 17% negativas.

Um terço dos votantes no PSD manifestam mais confiança em Costa do que em Rio e, enquanto o socialista garante 92% da confiança entre os seus eleitores, Rio fica-se pelos 54% na área social democrata.

A mesma sondagem mostra ainda que Rui Rio continua a ser líder na oposição (34%), mas que André Ventura está agora mais perto (31%), separado por apenas três pontos percentuais face aos 15 observados em março. Em terceiro lugar, surge a bloquista Catarina Martins (13%), em quarto, o comunista Jerónimo de Sousa (4%) e, em quinto, o liberal João Cotrim de Figueiredo (2%).

A sondagem contou com 830 entrevistas, recolhidas entre 22 e 25 de abril, a cidadãos portugueses a residir no país, com mais de 18 anos. O erro máximo de amostragem deste estudo, para um intervalo de confiança de 95%, é de ± 3,4%.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

03/05/2021