RETORNAR ÀS NOTÍCIAS - “Terminei o 9.º ano, e agora?” Governo lança portal que ajuda alunos a decidir futuro


04-06-2018 18:27h Vários

O Ministério da Educação lançou um novo portal para ajudar os alunos, em particular os do 9.º ano, a decidir qual a área que querem seguir no futuro.

 

No novo portal, lançado pelo governo a poucos dias de terminarem as aulas, os alunos podem pesquisar os cursos e as áreas disponíveis a partir do 10.º ano e por área geográfica.

Nesta primeira fase de lançamento, a aposta foi maior nos estudantes que têm agora de decidir o seu caminho escolar depois de terminado o 9.º ano. O site “Oferta Educativa e Formativa” tem, assim, um destaque no canto inferior direito onde se pode ler “Terminei o 9.º ano, e agora?”.

Depois de selecionar essa opção, o aluno poderá escolher o grau de ensino, a área de estudo e a sua localização geográfica, sendo apresentadas as diferentes ofertas locaisque se adequam às suas escolhas.

Segundo o Público, o lançamento do site é acompanhado por uma campanha que vai chegar a “todos os alunos do 9.º ano” nas próximas semanas, convidando-os a conhecer o portal de oferta educativa e formativa. O Ministério da Educação avança ainda que a campanha é suportada por cartazes de divulgação, que vão ser distribuídos nos estabelecimentos de ensino.

As escolas vão também ser convidadas a usar este site nas suas estratégias de orientação vocacional dos alunos que frequentam o 9.ºano de ensino, através dos psicólogos escolares.

Especialmente destinado para os alunos que querem seguir para o ensino profissional, o Ministério da Educação apresenta o portal como um “complemento” da informação sobre os cursos profissionais. Contudo, no portal da oferta educativa estão elencados mais do que este tipo de cursos.

Na base de dados existe um total de 2555 cursos, da oferta geral do ensino básico e cursos científico-humanísticos do ensino secundário, passando pelo ensino artístico especializado, as ofertas de Educação e Formação de Adultos (EFA) ou os cursos de educação e formação (CEF).

O portal ainda não tem informação disponível relativamente ao ensino superior, mas o Governo garante que esta plataforma vai estar ligada ao portal do acesso a este nível de ensino, de modo a permitir também essa busca.

ZAP //

04/06/2018